×
logo labcriativo
×

5 etapas para impulsionar a aprendizagem contínua em um local de trabalho em evolução

Tempo de leitura estimado: 5 min

À medida que a automação e a digitalização reinventam continuamente o trabalho, empregadores e funcionários enfrentam o desafio urgente de acompanhar os requisitos de habilidades que mudam constantemente. Para fazer isso de maneira eficaz em um local de trabalho em permanente evolução, no entanto, é necessário que as organizações passem do treinamento corporativo episódico para o aprendizado contínuo sob demanda.

É um desafio formidável. De acordo com o Fórum Econômico Mundial (WEF), até 2022, nada menos que 54% de todos os funcionários exigirão um aumento significativo na qualificação e a requalificação. Desses, cerca de 35% devem exigir treinamento adicional de até seis meses.

Para acompanhar as mudanças nos requisitos de habilidades, os líderes de RH devem entender a natureza mutável do trabalho.

Hoje, o trabalho está sendo desconstruído em tarefas elementares. Essas tarefas são implantadas na condição ideal de trabalho (automação, alianças, talento para shows, etc.); as tarefas restantes bem como as novas terão que ser reconstruídas em trabalhos reinventados. Por esse motivo, o RH precisa tornar a reinvenção contínua do trabalho uma capacidade essencial - e preparar o terreno para o aprendizado contínuo.

Quão preparados estão os líderes de RH e suas organizações para responder a esse desafio? As descobertas de uma iniciativa global de pesquisa conjunta entre HR People Strategy e Willis Towers Watson sobre o papel em evolução do Chief People Officer (CPO) revelam uma lacuna entre a conscientização dos executivos de RH sobre esse problema e sua prontidão para implementar o aprendizado contínuo em suas organizações. Quase todos os participantes (94%) de uma série de grupos de CPO indicaram que, para lidar com a natureza mutável do trabalho, tornou-se uma prioridade passar do treinamento episódico para o reaproveitamento permanente. No entanto, apenas 18% indicam que estão preparados para realmente impulsionar uma reabilitação significativa da força de trabalho.

Nosso estudo descobriu cinco etapas críticas que ajudarão os líderes de RH a passar do treinamento episódico para o aprendizado contínuo:

Mude para uma estrutura de talentos baseada em habilidades. É hora de fazer a transição das tradicionais promoções de carreira baseadas em trabalhos fixos para percorrer novas rotas com base em tarefas e trabalhos reinventados. Mudar para uma arquitetura de talentos baseada em habilidades, que requer o mapeamento de habilidades para tarefas e empregos, será fundamental para garantir que o talento permaneça relevante. Os CPOs, assim como outros líderes seniores, precisam parar de pensar em número de funcionários e começar a pensar em habilidades e conjuntos de habilidades.

Garanta que o aprendizado seja contínuo e faça disto parte do plano de negócios. Os líderes de RH devem integrar a aprendizagem e a qualificação nas atividades cotidianas do local de trabalho de maneira contínua, e não episódica. Nesse contexto, será importante promover a automotivação e incentivar os talentos a procurar experiências que os ajudem a crescer e prosperar.

Crie um grupo de talentos para o futuro. As organizações começam a contratar e treinar pessoas em áreas de habilidades específicas, antecipando necessidades futuras, ou seja, antes mesmo de os empregos estarem disponíveis. Por exemplo, a United Rentals contrata pessoas egressas do ensino médio e da faculdade, e descobrem que essa abordagem reduz o tempo requerido quando os empregos se tornam disponíveis. Para garantir o acesso a habilidades críticas o tempo todo, o líder de RH deve cultivar diversas relações de trabalho e fazer parcerias com vários colaboradores, ou correrá o risco de se encontrar em desvantagem competitiva.

Adote uma abordagem multifacetada. É importante fornecer oportunidades de desenvolvimento transparentes e multidimensionais. Os CPOs precisam de uma abordagem multifacetada para entender as necessidades de aprendizado da organização e desenvolver caminhos para o aprendizado contínuo.

Participe de conversas contínuas com líderes de negócios para entender como os recursos de habilidades se alinham às necessidades de negócios em evolução, e desenvolver módulos de aprendizado para preencher as crescentes lacunas de habilidades.

Desenvolva caminhos de aprendizado com base nos objetivos de aprendizado de um indivíduo, e desenvolva suas habilidades atuais bem como suas experiências anteriores. Como os indivíduos têm estilos de aprendizado diferentes, é importante fornecer conteúdo de aprendizado em diversos formatos e mídias, incluindo dispositivos móveis. As opções de aprendizado podem incluir vídeos, podcasts, realidade virtual / aumentada, cursos on-line e presenciais. As organizações também podem procurar parceiros externos de aprendizagem, tais como faculdades profissionalizantes e provedores de cursos on-line, como Coursera ou Udacity.

Estabelecer o envolvimento da liderança e o devido suporte organizacional e estabelecer o aprendizado contínuo como uma prioridade para a liderança e para a empresa é essencial para torná-la realidade. Setenta e cinco por cento dos funcionários relatam que seguiriam um curso sugerido pelo gestor imediato. Os CPOs precisam capacitar os gerentes para monitorar o progresso dos funcionários em relação às metas e garantir que as atividades de aprendizagem preencham as lacunas de habilidades.

Garanta que o aprendizado contínuo esteja no centro do novo acordo. As habilidades são a nova moeda do mercado de trabalho. Os CPOs devem colocar o aprendizado e a qualificação contínuos no centro do contrato de emprego de sua organização para atrair e reter o talento crítico necessário para ter sucesso no novo mundo do trabalho.

Para ler o artigo completo originalmente escrito por Simon King e Ravin Jesuthasan para shrm.org, clique aqui. https://blog.shrm.org/blog/5-steps-to-powering-continuous-learning-in-an-evolving-workplace

Postado em June 9, 2020, 6 p.m.

New World, New Skills
Canal

Apresentamos novas referências de como produzir melhor usando novas tecnologias e como trabalhar de forma mais consciente, levando em consideração habilidades comportamentais necessárias para o presente e o futuro.



Canais
  • Lucas Foster
    Head of Content

    Founder and Head of Content

  • Digital Disruption
    Canal

    Conheça e se inspire com soluções e inovações que simplificam a maneira como as pessoas se comunicam, produzem, ensinam e …

  • New World, New Skills
    Canal

    Apresentamos novas referências de como produzir melhor usando novas tecnologias e como trabalhar de forma mais consciente, levando em consideração …

  • Corp Meets Planet
    Canal

    Inspirar, trazer referências e instruir líderes e tomadores de decisões ampliando seu repertório com casos, ideias e notícias que comprovam …

  • LabCriativo
    quemsomos

    Redação do LabCriativo

Últimas postagens

Veja também

O futuro do trabalho chegou, como me preparar?

Descubra com especialistas da área tudo o que você precisa saber para se adaptar ao novo normal e adotar o trabalho …

Por que precisamos considerar trabalhos mais flexíveis?

A pandemia nos fez enxergar novas possibilidades de relações de trabalho. Nos questionar sobre os padrões e abrir os olhos para …

Reimaginando o escritório e a vida profissional após o COVID-19

A pandemia levou a adoção de novas formas de trabalhar. As organizações devem reimaginar seu trabalho e o papel dos escritórios …

Por que é preciso uma crise para as empresas mudarem?

Para superar a resistência à mudança, você precisa superar o poder da ansiedade, das recompensas e do status social. A crise …

O aplicativo matador na transformação digital é a conexão humana

A transformação digital não é mais uma opção. Toda organização sabe que deve se tornar um líder digital para sobreviver e …

Excelência no atendimento ao cliente no novo normal

Depois de vários meses abrigados em casa, perdas de negócios surpreendentes e alta no desemprego, estamos lenta e cautelosamente reabrindo.Em minhas …