× Início Criatividade Economia Criativa Educação Inovação Aberta O Ecossistema Sobre o LabCriativo
× Direito Services Clients Contact

Exercício físico pode combater o Alzheimer

Cientistas brasileiros descobrem que as atividades físicas protegem o cérebro e restauram a memória

Tempo de leitura estimado: 1 min

Uma pesquisa realizada por 25 cientistas de vários países, 15 do Brasil, e publicada na revista científica Nature Medicine, descobriu que atividades físicas podem desempenhar um papel relevante no combate ao Alzheimer. Os exercícios elevam os níveis da irisina, um hormônio produzido pelos músculos, que protege o cérebro e restaura a memória.

O hormônio foi descoberto sete anos atrás e, na época, sua presença foi associada à melhora dos sintomas de diabetes tipo 2 em roedores. Como pacientes do diabetes têm mais chances de desenvolver Alzheimer, levantou-se a hipótese de que a irisina também pudesse ter algum efeito protetor contra essa doença.

Durante a pesquisa, foram analisados cérebros de humanos já falecidos e os de pessoas com Alzheimer demonstraram menor presença de irisina. Os pesquisadores também analisaram camundongos e os que tinham menos substância no organismo, tinham pior memória, mas quando recebiam o hormônio injetado, a memória melhorava.

O Alzheimer é uma das doenças que mais avançam no mundo, caminhando ao lado do envelhecimento da população. Segundo a Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz), estima-se que haja no mundo cerca de 35,6 milhões de pessoas com a doença – 1,2 milhão só no Brasil, a maior parte ainda sem diagnóstico. A evolução da doença leva de oito a 10 anos. A descoberta abre caminho para um tratamento contra a perda da memória provocada pelo Alzheimer e aponta para o exercício físico como possível aliado.

Postado em 7 de Janeiro de 2019 às 17:00

Lucas Foster
LabCriativo / Editor

Fundador e CEO do LabCriativo



Em alta
Últimas postagens

Veja também

Brasileiro é o maior colecionador de vinil do mundo

São mais de 5 milhões de discos na coleção do paulistano José Roberto Alves Freitas tem mais de 5 milhões de discos! Apaixonado por música desde muito novo, Zero Freitas, como também é conhecido, começou sua coleção aos 11 anos de idade ...

Lucas Foster
LabCriativo / Editor

Shutterstock publica relatório sobre as tendências criativas para 2019

Infográfico mostra o que causará impacto, com base em pesquisas de usuários Com base em bilhões de pesquisas de imagens, vídeos e músicas e downloads de clientes, a Shutterstock publicou seu Relatório Anual de Tendências Criativas para o ano de 2019. O ...

Lucas Foster
LabCriativo / Editor

Adesivo para tratamento de Alzheimer já está disponível no SUS

Formato diminui os efeitos colaterais do tratamento O Sistema Único de Saúde (SUS) já está distribuindo rivastigmina em forma de adesivo para pacientes de Alzheimer, doença neurodegenerativa sem cura conhecida. O remédio é um composto que aumenta a quantidade de acetilcolina, uma ...

Lucas Foster
LabCriativo / Editor

Cadeira feita de resíduos do oceano sugere a mobília do futuro

Não é apenas plástico reciclado – é economia circular, e é linda! Estonteante é a cadeira verde esmeralda, com luxuosos redemoinhos de mármore! Você poderia esperar que esta cadeira custa apenas US $ 100? E foi feito de redes oceânicas recicladas?Esta é a ...

Lucas Foster
LabCriativo / Editor

Episódio da série ‘Corações e mentes, escolas que transformam’ está disponível gratuitamente

Produção mostra práticas de escolas que abriram espaço para novas formas de educar, ser e conviver A volta às aulas é um momento oportuno para as escolas valorizarem o trabalho em equipe e o exercitarem junto a educadores, estudantes e suas famílias ...

Lucas Foster
LabCriativo / Editor