× Início Criatividade Economia Criativa Educação Inovação Aberta O Ecossistema Sobre o LabCriativo
× Direito Services Clients Contact

Brasileiros desenvolvem algoritmo para tentar prever e evitar suicídios

Tecnologia analisa textos e identifica sinais e comportamentos depressivos

Tempo de leitura estimado: 2 min

Um estudo realizado pela equipe do Laboratório de Psiquiatria Molecular do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) resultou na criação de um algoritmo capaz de analisar textos em busca de sinais de que o autor daquelas anotações possa vir a se matar.

Um dos médicos responsáveis pelo estudo, o psiquiatra e professor Ives Cavalcante Passos contou que usou Virginia Woolf como paciente fictício. A escritora sofria de transtorno bipolar e ao longo da vida tivera diversos episódios depressivos seguidos de tentativas de suicídio até que se matou aos 59 anos.

A equipe programou o algoritmo, que é o mesmo utilizado pelos e-mails para identificar quais mensagens devem ir para a caixa de spams e quais devem ficar na caixa de entrada, para identificar textos relacionados ao desfecho do suicídio. Para isso, foram utilizados cartas e anotações escritas por Virginia Woolf dentro dos dois meses anteriores à sua morte – período que os médicos entendem como estágio crítico para o risco do suicídio.

O algoritmo foi, então, aplicado aleatoriamente em diversos textos da romancista, escritos em qualquer período de sua vida, e a tecnologia acertou em 80% dos casos. Ou seja, a cada 100 textos analisados, em 80 ele apontou corretamente o desfecho: se Virgínia iria ou não tentar se matar nos próximos meses.

A ideia é que a ferramenta possa ser usada como um aplicativo, que seja capaz de analisar tudo aquilo que escrevemos no smartphone, como mensagens no WhatsApp e em redes sociais, e que iria emitir um alerta caso haja risco de suicídio.

Mas o médico Ives Cavalcante Passos alerta para o fato de que a ferramenta só pode ser aplicada em pacientes que já tentaram se matar, justamente porque precisa ser treinada com base em eventos prévios. Como explica o professor, o principal fator de risco para suicídio é justamente já ter tentado suicídio.

Postado em 14 de Dezembro de 2018 às 11:00

Lucas Foster
LabCriativo / Editor

Fundador e CEO do LabCriativo



Em alta
Últimas postagens

Veja também

Brasileiro é o maior colecionador de vinil do mundo

São mais de 5 milhões de discos na coleção do paulistano José Roberto Alves Freitas tem mais de 5 milhões de discos! Apaixonado por música desde muito novo, Zero Freitas, como também é conhecido, começou sua coleção aos 11 anos de idade ...

Lucas Foster
LabCriativo / Editor

Shutterstock publica relatório sobre as tendências criativas para 2019

Infográfico mostra o que causará impacto, com base em pesquisas de usuários Com base em bilhões de pesquisas de imagens, vídeos e músicas e downloads de clientes, a Shutterstock publicou seu Relatório Anual de Tendências Criativas para o ano de 2019. O ...

Lucas Foster
LabCriativo / Editor

Adesivo para tratamento de Alzheimer já está disponível no SUS

Formato diminui os efeitos colaterais do tratamento O Sistema Único de Saúde (SUS) já está distribuindo rivastigmina em forma de adesivo para pacientes de Alzheimer, doença neurodegenerativa sem cura conhecida. O remédio é um composto que aumenta a quantidade de acetilcolina, uma ...

Lucas Foster
LabCriativo / Editor

Cadeira feita de resíduos do oceano sugere a mobília do futuro

Não é apenas plástico reciclado – é economia circular, e é linda! Estonteante é a cadeira verde esmeralda, com luxuosos redemoinhos de mármore! Você poderia esperar que esta cadeira custa apenas US $ 100? E foi feito de redes oceânicas recicladas?Esta é a ...

Lucas Foster
LabCriativo / Editor

Episódio da série ‘Corações e mentes, escolas que transformam’ está disponível gratuitamente

Produção mostra práticas de escolas que abriram espaço para novas formas de educar, ser e conviver A volta às aulas é um momento oportuno para as escolas valorizarem o trabalho em equipe e o exercitarem junto a educadores, estudantes e suas famílias ...

Lucas Foster
LabCriativo / Editor