×
×

Adesivo para tratamento de Alzheimer já está disponível no SUS

Formato diminui os efeitos colaterais do tratamento

Tempo de leitura estimado: 1 min

O Sistema Único de Saúde (SUS) já está distribuindo rivastigmina em forma de adesivo para pacientes de Alzheimer, doença neurodegenerativa sem cura conhecida. O remédio é um composto que aumenta a quantidade de acetilcolina, uma molécula neurotransmissora que ajuda o sistema nervoso a processar informações.

Como muitos pacientes relatam sentir problemas no sistema digestivo depois de ingerir as versões em comprimido e solução oral do remédio, foi criada a versão em adesivo, através do qual a rivastigmina é absorvida pela pele e chega à corrente sanguínea. Assim, perda de apetite, náuseas e até vômitos são os efeitos colaterais que podem ser evitados.

Além disso, o adesivo faz com que a substância seja liberada ao longo de 24 horas, o que evita a chamada flutuação de dose, quando a medicação tem aumentos e diminuições de presença no organismo conforme o corpo a metaboliza.

Os médicos recomendam que se faça um revezamento nas partes do corpo em que o adesivo é colocado, para evitar possíveis reações na pele.

Postado em 5 de Fevereiro de 2019 às 19:00

Top Posts
LabCriativo / Editor



Em alta
Últimas postagens

Veja também

Terminal desativado em aeroporto ganha nova vida e vira hotel de luxo retrô

O Aeroporto Internacional de Nova York, John F. Kennedy, inaugurou no dia 15 de maio de 2019, seu primeiro hotel interno …

Top Posts
LabCriativo / Editor

Lucas Foster faz palestra no Rock in Rio Innovation Week 2019

Com foco no desenvolvimento humano, segunda edição do evento ocorre de 2 a 5 de julho, em Lisboa. Por acreditar que …

Top Posts
LabCriativo / Editor

Mãe criativa transforma os aparelhos auditivos de crianças em super-heróis

Com um filho de 4 anos diagnosticado com surdez profunda e perda auditiva apenas alguns meses após seu nascimento, Sarah Ivermee …

Top Posts
LabCriativo / Editor