× Início Criatividade Economia Criativa Educação Inovação Aberta O Ecossistema Sobre o LabCriativo
× Direito Services Clients Contact

Conheça o unicórnio que realmente existiu – e conviveu com humanos

Animal pré-histórico foi extinto há 39 mil anos

Tempo de leitura estimado: 1 min

Conhecido como 'Unicórnio da Sibéria’, um tipo de rinoceronte gigante pode ter sido a origem do mito do unicórnio. O animal tinha um longo chifre no nariz e viveu na terra a até pelo menos 39 mil anos atrás.

Cientistas descobriram que a espécie acabou extinta porque tinha hábitos de alimentação muito restritos – e isso ajuda a salvar os rinocerontes que ainda existem no planeta. Rinocerontes estão especialmente em perigo, pois são muito seletivos em relação ao seu habitat.

Antes das novas descobertas, acreditava-se que o "Unicórnio da Sibéria", cujo nome oficial é Elasmotherium sibericum, tinha sido extinta há cerca de 200 mil ou 100 mil anos. No entanto, uma nova pesquisa com datação de carbono de 23 espécimes fossilizados descobriu que o gigante da Era do Gelo na verdade sobreviveu no leste da Europa e na Ásia Central até mais recentemente.

Os cientistas também isolaram o DNA do animal pela primeira vez, mostrando que a espécie se diferenciou das que incluem os atuais rinocerontes há cerca de 40 milhões de anos. Sua extinção marca o fim de um grupo inteiro de rinocerontes.

Postado em 19 de Dezembro de 2018 às 16:00

Top Posts
LabCriativo / Editor



Em alta
Últimas postagens

Veja também

Dia Mundial da Criatividade bate novo recorde em 2019

Em sua quarta edição, iniciativa criada no Brasil será realizada em países como Portugal, Sérvia e Alemanha Entramos na contagem regressiva para celebrar o World Creativity Day. A data foi institucionalizada em Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas em 2017, na ...

Top Posts
LabCriativo / Editor

YouTube, a marca mais valiosa do mundo em 2020?

Segundo pesquisa divulgada este ano, pela primeira vez ele está na primeira posição de preferência entre os jovens, deixando para trás as também importantes marcas: Apple e Netflix Quem já não se pegou assistindo a algum conteúdo no YouTube? Quem já não ...

Lucas Foster
LabCriativo / Editor