× Início Criatividade Economia Criativa Educação Inovação Aberta O Ecossistema Sobre o LabCriativo
× Direito Services Clients Contact

Streaming da Disney se chamará Disney+ e será lançado no final de 2019

O grande concorrente da Netflix será detentor de Star Wars e séries da Marvel

Tempo de leitura estimado: 1 min

Mais de um ano após o anúncio de que a Disney lançaria seu próprio serviço de streaming, a gigante do entretenimento finalmente revelou o nome do próximo serviço. O Disney + será lançado oficialmente no quarto trimestre de 2019, nos EUA em 2019.

A plataforma da Disney terá como parte de seu conteúdo digital seus clássicos, além de séries exclusivas e de novas produções baseadas nos universos de “Monstros S.A.”, “High School Musical”, “Muppets” e, claro, “Star Wars”.

O conteúdo será distribuído em áreas temáticas no serviço, estabelecidas a partir das grandes marcas possuídas pela empresa como a Lucasfilm, a Marvel, a Pixar e a National Geographic. A ideia é parecida com o esquema atual de “lands” dos parques da empresa, que vem aos poucos sendo reestruturadas em cima de universos de filmes e séries do estúdio.

A distribuição em “lands” também pode ser fundamental para abarcar a imensa quantidade de conteúdo que o serviço vai ter do princípio. De acordo com fontes internas da Disney, o Disney+ promete ter aproximadamente 7000 episódios de séries e cerca de 500 filmes em seu lançamento, com quatro ou cinco produções originais sendo lançadas ao ano no serviço.

Postado em 14 de Novembro de 2018 às 13:00

Top Posts
LabCriativo / Editor



Em alta
Últimas postagens

Veja também

Dia Mundial da Criatividade bate novo recorde em 2019

Em sua quarta edição, iniciativa criada no Brasil será realizada em países como Portugal, Sérvia e Alemanha Entramos na contagem regressiva para celebrar o World Creativity Day. A data foi institucionalizada em Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas em 2017, na ...

Top Posts
LabCriativo / Editor

YouTube, a marca mais valiosa do mundo em 2020?

Segundo pesquisa divulgada este ano, pela primeira vez ele está na primeira posição de preferência entre os jovens, deixando para trás as também importantes marcas: Apple e Netflix Quem já não se pegou assistindo a algum conteúdo no YouTube? Quem já não ...

Lucas Foster
LabCriativo / Editor