× Início Criatividade Economia Criativa Educação Inovação Aberta O Ecossistema Sobre o LabCriativo
× Direito Services Clients Contact

Glitter natural e biodegradável é a aposta ecológica para este Carnaval

Foliões já podem comemorar: várias marcas não poluem o meio-ambiente

Tempo de leitura estimado: 2 min

O glitter é sucesso em todo Carnaval. Feito de micropartículas de PVC e pequeno demais para ser filtrado pela rede de esgoto, ele chega direto aos oceanos. Por ser um microplástico espalhado pelas águas, perturba a alimentação dos plânctons, que são os alimentos dos peixes, causando impacto em toda a cadeia alimentar marítima.

Hoje, a preocupação com os efeitos do plástico no meio-ambiente está nos fazendo repensar o consumo, mas como reluzir lindamente no Carnaval sem purpurina convencional? A solução já existe!

Algumas marcas vêm desenvolvendo glitter biodegradável, natural e até vegano! Conheça algumas:

Brilhow

A produção desse glitter é 100% artesanal e feita de ágar-ágar, que é extraído de algas. O glitter da Brilhow é um pouco maior e parece pequenas escamas na pele. Um efeito super diferente. Os potinhos pequenos custam R$ 8 e os grandes R$ 15.

Glitra

A marca usa a mesma técnica é da convencional: uma impressão metalizada cortada em micro-partículas em formato de hexágono. A diferença é que este é impresso num filme à base de celulose de eucalipto renovável e não em plástico. Cada latinha rende bem e custa R$ 45. Já o kit com as quatro cores disponíveis – rosa, turquesa, prata e ouro – fica R$ 170.

Lá do Mato

Com produtos totalmente artesanais e veganos, a marca tem glitter feito de mica perolada (uma pedra em pó) verde, feito com spriulina, amarelo, com cúrcuma, vermelho, com urucum, preto, com carvão, e roxo, com beterraba. Cada potinho sai a R$ 10 e o spray a R$ 20.

Pura

A marca começou pouco antes do Carnaval de 2017, e depois de muitos testes e versões, chegou ao resultado atual de um bioglitter feito à base de algas marinhas e minerais brilhantes e atóxicos – tudo sem alumínio. Custam de R$ 10 a R$ 16.

Shock

A marca faz protetores solares resistentes à água, veganos, hipoalergênicos e com proteção UVA/UVB. Tem uma opção com glitter e gel nas cores prateado e dourado, que dá o efeito brilhoso. O tubinho sai a R$ 40.

Postado em 1 de Fevereiro de 2019 às 15:00

Top Posts
LabCriativo / Editor



Em alta
Últimas postagens

Veja também

Dia Mundial da Criatividade bate novo recorde em 2019

Em sua quarta edição, iniciativa criada no Brasil será realizada em países como Portugal, Sérvia e Alemanha Entramos na contagem regressiva para celebrar o World Creativity Day. A data foi institucionalizada em Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas em 2017, na ...

Top Posts
LabCriativo / Editor

YouTube, a marca mais valiosa do mundo em 2020?

Segundo pesquisa divulgada este ano, pela primeira vez ele está na primeira posição de preferência entre os jovens, deixando para trás as também importantes marcas: Apple e Netflix Quem já não se pegou assistindo a algum conteúdo no YouTube? Quem já não ...

Lucas Foster
LabCriativo / Editor