×
logo labcriativo
×

Em versão online, Grammy Awards adota inteligência artificial da IBM

Por conta da pandemia da Covid-19, esta será a primeira vez que a cerimônia será realizada de forma virtual, sem plateia, com apresentações remotas dos artistas

Tempo de leitura estimado: 6 min

A IBM, parceira oficial de Cloud e inteligência artificial da Academia de Artes e Gravação dos EUA, anunciou nesta semana o lançamento do Grammy Debates with Watson, uma nova experiência digital para os fãs, com as capacidades de processamento de linguagem natural (natural language processingNPL) de IBM Watson e tecnologias de nuvem.

Além dessa nova experiência para os fãs, a Recording Academy anunciou a transição da sua plataforma online, Grammy Backstage, para um ambiente digital que roda em ambiente cloud e que irá hospedar o pré-show, a cerimônia Grammy Awards Premiere Ceremony e conteúdos adicionais do show.

A 63ª edição Grammy Awards, maior premiação da indústria musical, será realizada hoje (14). Por conta da pandemia da Covid-19, esta será a primeira vez que a cerimônia será realizada de forma virtual, sem plateia, com apresentações remotas dos artistas.

Para garantir que os fãs tenham uma experiência única e inesquecível sem sair de casa, a Recording Academy uniu-se à IBM para desenhar uma tecnologia capaz de engajar e atrair os espectadores por meio de cloud e inteligência artificial. Em parceria, as empresas fizeram vários workshops de design thinking e desenvolveram uma experiência interativa e 100% digital que usa tecnologias de nuvem e processamento de linguagem natural (natural language processing – NPL).

O Grammy Debates with Watson promoverá um debate de música com curadoria da IA, disponível para os fãs em todo o mundo. A experiência permite que os fãs exponham seus pontos de vista sobre temas relacionados à música, como o artista mais inovador, principal ícone de estilo do momento e até mesmo uma discussão sobre se os shows virtuais são melhores do que os presenciais, adicionando seus argumentos prós ou contras, em resumos de oito a 36 palavras, por meio do portal online. Hospedada no Grammy.com, a plataforma conta com um processamento por IBM Watson das informações e dados dos debates, fornecendo análises das submissões em tempo real.

“O lançamento do Grammy Debates with Watson dá aos espectadores da premiação um caminho totalmente novo para engajar com outros amantes de música e fazer parte da conversa. É ótimo continuar inovando com a IBM as nossas experiências digitais e de fãs para explorar como a IA e a tecnologia de nuvem podem ser aplicadas para tornar nossos shows de premiação mais interativos para os espectadores”, diz Lisa Farris, chief marketing & innovation officer da Recording Academy. 

A IBM vai, ainda, potencializar a experiência digital do Grammy Backstage por meio do Red Hat OpenShift, plataforma de nuvem híbrida de possibilidade aberta, com cargas de trabalho rodando em múltiplas nuvens públicas e privadas. A gigante de tecnologia migrará o ambiente digital que hospeda o pré-show, a Grammy Awards Premiere Ceremony, e os conteúdos adicionais da premiação, como artigos, galeria de fotos e destaque de vídeos para a IBM Cloud, onde é possível dimensionar, com segurança, a disponibilização do Grammy Backstage para mais de 7 milhões de fãs ao redor do mundo que acompmanharão a noite mais prestigiada da música.

A IBM, parceira oficial de Cloud e inteligência artificial da Academia de Artes e Gravação dos EUA, anunciou nesta semana o lançamento do Grammy Debates with Watson, uma nova experiência digital para os fãs, com as capacidades de processamento de linguagem natural (natural language processingNPL) de IBM Watson e tecnologias de nuvem.

Além dessa nova experiência para os fãs, a Recording Academy anunciou a transição da sua plataforma online, Grammy Backstage, para um ambiente digital que roda em ambiente cloud e que irá hospedar o pré-show, a cerimônia Grammy Awards Premiere Ceremony e conteúdos adicionais do show.

O Grammy Debates with Watson, que fará parte do 63º evento anual da premiação a ser realizada no dia 14 de março, é uma experiência de semanas de debate de música com curadoria da IA, disponível para os fãs em todo o mundo. A experiência permite aos fãs de música contribuírem com seus pontos de vistas individuais sobre algumas das conversas atuais mais importantes relacionadas à música.

Hospedado no site oficial da premiação, os fãs podem engajar em debates relacionados ao artista mais inovador ou ao maior ícone de estilo do momento e adicionar seus argumentos prós ou contras, em resumos de 8 a 36 palavras, por meio do portal online. Um exemplo de tópico do debate é “Educação musical deveria ser mandatória nas escolas”. As informações fornecidas e os dados dos debates serão processados por IBM Watson e levados a “conclusões”, que fazem análises das submissões em tempo real.

Com o intuito de desenhar uma tecnologia orientada às experiências dos fãs para engajar e atrair espectadores e fãs de música, a IBM e o Grammy realizaram vários workshops de design thinking e desenvolveram uma experiência interativa que usa IBM Cloud e IBM Watson para aumentar a experiência de engajamento do show. Este é o quarto ano que a empresa atua como parceira da premiação, para trazer o poder da tecnologia de inteligência artificial para a premiação.

“O lançamento do Grammy Debates with Watson dá aos espectadores um caminho totalmente novo para engajar com outros amantes de música e fazer parte da conversa. É ótimo continuar inovando com a IBM as nossas experiências digitais e de fãs para explorar como a IA e a tecnologia de nuvem podem ser aplicadas para tornar nossos shows de premiação mais interativos para os espectadores”, disse Lisa Farris, Chief Marketing & Innovation Officer do Grammy Awards. “Nós estamos animados em trazer a experiência da IBM para o Grammy, e o trabalho que fazemos para ajudar os músicos e celebrar A Maior Noite da Música”.

“Nosso trabalho com a Recording Academy é outro exemplo de como estamos aplicando as tecnologias de ponta da IBM para revolucionar a indústria do entretenimento e trazer aos clientes inovações e experiências convincentes para suas principais audiências”, disse Noah Syken, Vice-Presidente de Parceiras de Esporte e Entretenimento da IBM. “Essas são as mesmas tecnologias essenciais – nuvem híbrida e IA – que estamos usando para conduzir a transformação digital dos clientes ao redor do mundo”.

A 63ª noite do Grammy Awards vai ao ar no dia 14 de março às 20h (horário local).

Postado em March 14, 2021, 10:09 a.m.

Digital Disruption
Canal

Conheça e se inspire com soluções e inovações que simplificam a maneira como as pessoas se comunicam, produzem, ensinam e transmitem conhecimento.



Canais
  • Lucas Foster |
    Partner, LabCriativo

    Especialista em criatividade e empresário da economia criativa

  • Digital Disruption
    Canal

    Conheça e se inspire com soluções e inovações que simplificam a maneira como as pessoas se comunicam, produzem, ensinam e …

  • New World, New Skills
    Canal

    Apresentamos novas referências de como produzir melhor usando novas tecnologias e como trabalhar de forma mais consciente, levando em consideração …

  • Corp Meets Planet
    Canal

    Inspirar, trazer referências e instruir líderes e tomadores de decisões ampliando seu repertório com casos, ideias e notícias que comprovam …

  • LabCriativo
    | Destaques

    Redação do LabCriativo

Últimas postagens

Veja também

Nasce o motor elétrico independente de terras-raras

Inovação alemã torna produção global menos dependente da China, responsável por 90% da produção dos metais de terras-raras. A Mahle anunciou …

Facebook está investindo US$1 bilhão em criadores

O dono das maiores redes sociais do mundo está implementando programas de bônus para criadores de conteúdo. Até o fim de …

Trouxemos 8 dicas para você fazer mais e melhor

Os princípios mais importantes que você pode seguir para o crescimento do corpo e da mente. Inspirado por Ray Dalio e …