×
×

Marcos Mion e o milagre da originalidade.

Saiba tudo o que rolou no maior evento de Startups na América Latina, o CASE. Uma semana inteira de conteúdos para você!

Tempo de leitura estimado: 6 min

Era hora de conhecer o palco do Connect Samba e curtir a palestra do Marcos Mion. Auditório lotado. E uma tela de tirar o fôlego. Coisa de cinema. A samba tech caprichou na parada. Parabéns aos envolvidos. No palco, o Gustavo Caetano, CEO da Samba dava o seu recado. A previsão de aumento de receita para o mercado de plataformas e soluções para vídeos corporativos é 3 (três) vezes maior até o ano de 2021. Os vídeos geram maior flexibilidade e engajamento dos colaboradores. Além da economia gerada com treinamento. Será que os acionistas curtem esse negócio de economia? O negócio é bom e promissor. Estamos vivendo a era dos pequenos, anunciava o penúltimo slide da palestra. “O cara que tá focado em nicho, o cara que resolve um problema muito específico, tem muita mais vantagem hoje. Nunca foi possível. Então aproveitem essa oportunidade de mercado. O mercado esta dando uma oportunidade única para gente. Ou a gente entra agora ou essa galera vai se fechar.” O último slide do mineiro de Araguari foi um convite para explorar esse universo. Pouco tempo, muito aprendizado. E um gostinho de quero mais. Escolher é focar. Focar é abdicar. Nesses eventos você entende perfeitamente isso.

Não há tempo de lamentar. Lá vem o palhaço e improvisador Marcio Ballas para agitar e alegrar a plateia. E nos fazer um convite. Nos conectarmos através de uma “ola”. Sim, dessas que a gente vê nos estádios. Depois de algumas falhas técnicas, até que a nossa “ola” não ficou devendo para torcida nenhuma. Foi massa. Se tem um cara que sabe ser mestre de cerimônia, esse cara é o Ballas. Mais uma vez a Samba Tech acertou na veia. Vale o investimento. O cara é um show a parte. E chegou a parte que eu estava esperando. O palhaço convidou para subir no palco Marcos Mion, o filósofo. E não é zoeira não. O Mion se formou em Filosofia pela Universidade de São Paulo. Eu não sabia. Vivendo e aprendendo.

Com uma bengala, meio manco, meio corcunda. Com os cabelos e a barba grisalhos. Com a lombar travada e contrariando as orientações médicas, lá estava o Mion para compartilhar um pouco da sua história com a gente. Pediu desculpas por fazer a palestra sentado e começou a contar as suas histórias. Foram várias. Uma delas, resume bem o maior ensinamento da palestra. Você acredita em milagres? O Mion nunca duvidou deles.

Álvaro Thais. Sabe de quem estou falando? Conhecido como Inri Cristo, é um brasileiro que proclama ser a reencarnação de Jesus Cristo. Lembram dele? Pois é, no auge de sua fama, no início dos anos 2000, para ser mais exato 2002, o Inri Cristo foi convidado para participar do programa Descontrole, na BAND, que era comandado pelo Mion. Cristo colecionava participações nos principais programas das emissoras brasileiras. Até no Jô Soares ele tinha marcado presença. E em todos os programas a tônica era a mesma. Inri Cristo era recebido com desconfiança, descrédito. Um impostor. Um homem de má fé. Qual foi a sacada do Mion? Subverter essa lógica. Recebeu Inri Cristo como a reencarnação de Jesus Cristo. O Cidão, um dos artistas que trabalhava no programa, entrou com muletas e foi curado de sua deficiência. E rolou muitos milagres no palco. Inri Cristo multiplicou os pães e transformou água em vinho. Tudo isso ao vivo e a cores, em horário nobre. Inri só não aceitou ser crucificado. A brincadeira estava indo longe demais. Mion o tentou convencer argumentando que em 3 dias ele estaria de volta. Não rolou. O ibope? O cristo também o multiplicou. Foi épico. Deu vontade de assistir? Você não vai se arrepender. Mion e Inri Cristo - Descontrole 2002

Imagina a coragem do Mion para fazer o programa. E eu não imaginava o tanto de outras coisas fodas que ele fez na televisão brasileira. Ele foi youtuber e o youtube ainda nem existia. E quando começou a existir, contrariou as estatísticas da plataforma e incluiu na audiência jovens com mais de 35 anos revivendo o épico “os piores clipes do mundo”. Hoje tem quase 650 mil inscritos em seu canal. Foi o primeiro cara da TV a colocar twets na tela em um dos seus programas, o Descarga, na MTV. Eles não conseguiam controlar o que a audiência postava. Olha o risco. Fez o primeiro programa multiplataforma da TV brasileira, o Legendários, na Record, emissora que atua desde 2009. Tudo isso apostando numa única palavra: Originalidade. É esse o milagre do cara que coleciona milhões de seguidores nas mídias sociais.

Originalidade é a qualidade do que é inusitado, do que não foi ainda imaginado, dito, feito. É inovação, singularidade. É a capacidade para expressar-se de modo independente e individual. Habilidade criativa. Criatividade. Pode parecer simples, mas num mundo onde nos preocupamos o tempo inteiro com o que os outros vão pensar e/ou dizer sobre a gente, ser original tem um ar de loucura. E o Mion reconhece isso e faz um alerta. Seja um louco dentro dos padrões. Afinal de contas, é preciso agradar a chefia e o patrocinador. Porém, é essencial seguir o seu instinto, propor e seguir novos caminhos. Originalidade é a sua verdade. É o que você é. É preciso ser audacioso e ousado para poder encontrá-la. Você está disposto?

Hoje, Mion tem uma série no Playplus, uma plataforma de streaming e conteúdo on demand que reúne a programação da RecordTV chamada “Pais da nova era” que conta com cinco episódios onde o apresentador troca ideias com pais que buscam um caminho mais saudável e equilibrado para a paternidade. Mion, se rolar uma nova série tamo aqui, viu? Além da série, segundo suas próprias palavras, comanda o melhor programa de entretenimento bizarro da TV brasileira: “A Fazenda”, programa exibido na Record. Eu nunca vi. E quando ele quis saber quem da plateia assistia o cenário foi desanimador. Apenas duas pessoas levantaram a mão. Comunicador nato, ele deu o recado. Vocês não sabem o que estão perdendo. E convidou geral para assistir o programa. Aposto que a audiência aumentou depois da palestra. Pelo menos a minha, tenho que admitir.

O cara ainda encontra tempo para ser pai, marido, empresário e escritor. Aliás, tem dois livros super legais e que reforça a sua vocação de paizão. Em 2016 lançou o livro infantil A Escova de Dentes Azul, que retrata o pedido de Natal de Romeo, seu filho autista. E esse ano lançou o livro Pai de Menina. Um combinação de dicas para aproximação de pais e filhas e propostas práticas de fortalecimento desse vínculo. Mion, sou seu fã! Obrigado por ser quem você é.

E, se você já está com saudades porque amanhã não vai rolar rodada do brasileirão, relaxa. O Fred, o maior youtuber de futebol do mundo, do canal desimpedidos, o maior canal de futebol no youtube da América Latina, marcou presença no evento e contou pra gente um monte de resenha legal do mundo da bola. O cara já entrevistou até o Cristiano Ronaldo. E já tretou com o Mano Brown. Ficou curioso? Te encontro por aqui amanhã.

Dé Boaventura

Postado em 4 de Dezembro de 2018 às 23:58

Dé Boaventura
LabCriativo / Educador



Em alta
Últimas postagens

Veja também

Terminal desativado em aeroporto ganha nova vida e vira hotel de luxo retrô

O Aeroporto Internacional de Nova York, John F. Kennedy, inaugurou no dia 15 de maio de 2019, seu primeiro hotel interno …

Top Posts
LabCriativo / Editor

Lucas Foster faz palestra no Rock in Rio Innovation Week 2019

Com foco no desenvolvimento humano, segunda edição do evento ocorre de 2 a 5 de julho, em Lisboa. Por acreditar que …

Top Posts
LabCriativo / Editor

Mãe criativa transforma os aparelhos auditivos de crianças em super-heróis

Com um filho de 4 anos diagnosticado com surdez profunda e perda auditiva apenas alguns meses após seu nascimento, Sarah Ivermee …

Top Posts
LabCriativo / Editor