×
×

Bruno, o maior youtuber de futebol do mundo

Saiba tudo o que rolou no maior evento de Startups na América Latina, o CASE. Uma semana inteira de conteúdos para você!

Tempo de leitura estimado: 8 min

A palestra do Mion terminou e fui dar uma circulada no evento. Visitar os estandes, garantir alguns brindes promocionais (quem nunca) e conhecer um pouco mais do ecossistema. E teve bastante coisa legal que me chamou a atenção. Logo de cara, quase na entrada do evento um estande anunciava a LEAP, um ecossistema de startups, uma plataforma de Open Innovation, que conecta empreendedores, corporações, investidores e universidades por meio de mindset e metodologias inovadoras e transformadoras. A LEAP é uma parceria entra a “Big Four” de consultoria KPMG e a Distrito, que realizou o ADTECH AWARDS 2018 e que contou com o LabCriativo como parceiro de mídia do evento. A aproximação das grandes companhias com o ecossistema das startup´s já é uma realidade.

Prova disso foi a arena montada pelo Bradesco, através do seu centro de inovação colaborativa, o inovabra. A arena contou com uma programação super legal e estava sempre lotada. Da mesma forma o Banco Itaú, representado pelo cubo, o maior e mais relevante centro de empreendedorismo tecnológico da América Latina. Os residentes do centro realizaram palestras e apresentaram suas startup´s para potenciais clientes e/ou parceiros. Outros bancos também marcavam presença e abria as portas para o financiamento do ecossistema. Vi por lá BNDES, Intermedium e BMG. Isso sem falar nas aceleradoras, que também marcaram forte presença no evento.

13:15 horas. A fome bateu. Focar é abdicar. Abdicar é escolher. Lembram disso? Mato a fome ou a curiosidade de conhecer o Fred e o Rafa do Desimpedidos e os bastidores da estratégia do maior canal de vídeos do Brasil sobre futebol. A decisão é alimentar o conhecimento. Vamos para mais uma palestra.

Antes de começar a apresentação uma atitude nobre. O Rafael Grostein, fez questão de agradecer o seu ex-chefe, que o estava prestigiando na plateia e o apoiou na decisão de seguir o seu caminho. Me lembrei do professor Pacome, que foi o meu primeiro técnico de voleibol no Minas Tênis Clube e que sempre nos ensinava a não esperar gratidão de ninguém. Pacome foi técnico de grandes estrelas do voleibol brasileiro que ao alçar a fama esqueceram daqueles que os formaram. Havia presenciado o outro lado da moeda. O ex-chefe tava ali pertinho de mim, uma fileira à minha frente. Senti a sua alegria exalar. Gratidão, o primeiro ensinamento da palestra. Poderia parar por aqui. Mas tem uma história de resiliência vindo por aí que eu preciso contar para você. Antes dela, preciso lhes apresentar o Desimpedidos.

Desimpedidos é o maior canal de futebol do Youtube mundial em watchtime. É o maior canal de esportes do Youtube mundial em watchtime e um dos maiores canais de entretenimento do mundo. Só no Youtube o canal conta com mais de 6,5 milhões de inscritos. No facebook são quase 4 milhões de fãs. E no instagram você soma mais 2,8 milhões de seguidores na conta do canal. Nas minhas pesquisas feitas em parceria com o google, descobri que o canal foi lançado em 12 de junho de 2012. Dia dos namorados. Dia do amor, dia do nascimento do Manoel, o meu filho (Maneco, papai te ama). Nada mais simbólico para um canal que fala sobre a maior paixão do brasileiro, o futebol. Como eles encontraram o tom de voz? Futebol como entretenimento, retratado de maneira leve e com humor, promovendo a brincadeira entre os clubes e atletas, saindo da mesmice. Sabe aquele negócio de repórter não poder falar o time que torce? Aquelas reportagens formais, politicamente corretas? Pois é, isso não cola com os caras. Golaço!

Os caras são artilheiros. E artilheiro que se preze vive de gols. E um gol de placas deles veio de uma jogada mal ensaiada. Felipe Andreoli, um dos fundadores e até então apresentador de um dos programas do canal, pediu substituição. Aos 45 do segundo tempo. O cara tinha recebido uma proposta do Real Madrid da mídia, a Rede Globo. Os outros sócios do canal olharam para o banco de reservas e não viram ninguém para substituí-lo. A solução? Ir para o mercado e contratar um novo jogador. Como? Buscando esse jogador na torcida. Sim, aquele torcedor que era craque de bola e que precisava de uma oportunidade teria a chance de ser contratado através de um concurso promovido pelo canal. E aqui, começo a contar aquela história de resiliência que eu prometi no segundo parágrafo.

Entra em campo Bruno Carneiro Nunes. O Bruno já fez de tudo que você possa imaginar. Gandula de tênis, deu aula de informática para idosos, passeava com cachorros, foi figurante e animador de plateia do Faustão, onde teve a honra de ser chefiado pelo Michael Jackson. Formado em publicidade, depois de 2 anos na luta, sem um emprego formal, conseguiu ser contratado como repórter de trânsito e garantiu a CLT com salário de 3 mil reais. Mas ele queria ir além. Nas horas vagas perseguia o seu sonho. Fazer do seu canal do youtube, o futebol nas 4 linhas, concorrente do desimpedidos, o maior canal de futebol do youtube do mundo.

E ele não estava sozinho nesse sonho. Outros 2 sócios, se não me engano, completavam o time. E partiu deles, o incentivo para que o Bruno virasse a casaca e se inscrevesse no concurso promovido pelo rival. Além de inúmeras outras ligações que ele recebeu dos amigos que o incentivaram a tomar coragem e enviar o vídeo para o Desimpedidos. E então o Bruno foi lá, fez o vídeo e ficou na torcida para ser o escolhido para substituir o craque Felipe Andreoli, hoje comandando o Esporte Espetacular na Globo. E uma ligação mudou a sua vida. O Bruno ia ser contratado pelo Desimpedidos. O Fred, isso mesmo, apelido que o Bruno ganhou por causa da semelhança com o atacante Fred, o cone, precisava cumprir um último desafio para assinar o seu contrato e entrar em campo.

E se você precisasse tatuar a palavra zueira no seu corpo para conseguir se aproximar dos seus sonhos. Toparia? Esse foi o desafio que o Fred recebeu e pasmem, aceitou. O cara confia no taco dele. E também sabe que às vezes é preciso descer um degrau para subir outros dois. Abriu mão da CLT e o salário de 3 mil e se arriscou ganhando a metade da grana para dar o pontapé inicial na sua carreira de youtuber de futebol. O mais difícil disso tudo? Contar para os pais a decisão e mostrar a sua primeira tatuagem. Quer ver como foi? Você vai se emocionar. O novo integrante do desimpedidos

Resiliente e acreditando nele, o Fred foi se destacando e ganhando cada vez mais torcedores mundo afora. Hoje eu sou um deles. Com o seu jeitinho conquistou os jogadores brasileiros e tem as portas abertas em todos os clubes por onde passa. Com muita humildade e sem perder a sua essência, o cara conseguiu realizar vários sonhos. Um deles foi a de entrevistar o Cristiano Ronaldo, um dos maiores jogadores de futebol do mundo. Confere aí como foi. Fred e Cristiano Ronaldo

Agora imagina você entrando em campo com a seleção brasileira numa copa do mundo. O Fred conseguiu. Brasil x Sérvia. Copa do Mundo da Rússia 2018. Lá estava o ex repórter de trânsito carregando a bola do jogo nas mãos, presenciando a entrada dos seus parceiros em campo, cantando o hino nacional e vendo aquela multidão de torcedores daquele gramado verde. Arrepiou? Eu também.

Mas nem tudo são flores na vida do craque. Ele andou se envolvendo em algumas tretas. No seu programa, Fred faz alguns desafios e quem perde tem que pagar uma prenda. E assim foi com o desafio com o Lucas Lima, jogador do Palmeiras e que brilhou com a camisa do Santos. Fred perdeu e a prenda foi fazer um comentário no instagram do rapper Mano Brown, ilustre torcedor santista. Contextualizando. Na época em que jogava no Santos, o clube publicou uma foto do meia no Instagram e o cantor comentou: "Melhor dar lugar para quem quer jogar de verdade". O jogador estava envolvido nas negociações com o rival e não vinha jogando bem. Fred foi lá no insta do Mano Brown e cutucou a onça com vara curta. Para piorar, os seus fãs invadiram o instagram do rapper e também provocaram o artista. A treta estava feita!

Mano Brown não curtiu e ligou para o Fred. Era um sábado e o Fred estava de boa, curtindo um dia de folga. Atendeu o número desconhecido com o tradicional alô e logo reconheceu o vozeirão de quem o ligava. Suave, Mano? Fred respondeu amigavelmente. Suave é o [email protected]#%*#. E lá se foram sete minutos de apavoramento total. Fred terminou a ligação suando e com uma única certeza. Pegou uma câmera e pediu desculpas para o Mano Brown. O cara sabe o que faz com a bola, ou melhor, com a câmera.

E assim, o Bruno que virou Fred, se tornou o maior youtuber de futebol do mundo. O resto é história.

São mais de duas horas da tarde. A fome bateu. Focar é abdicar. Abdicar é escolher. Lembram disso? Mato a fome ou vou conhecer a arena BeBOLD, patrocinada pelo Oracle Global Startup Ecosystem, e saber um pouco mais sobre os ecossistemas de startup´s na América Latina? Amanhã eu te conto.

Dé Boaventura.

Postado em 5 de Dezembro de 2018 às 15:19

Dé Boaventura
LabCriativo / Educador



Em alta
Últimas postagens

Veja também

Copan lança campanha de direitos humanos e preservação do patrimônio

Projeto “A Bandeira” pretende transformar o edifício ícone da cidade de São Paulo em uma bandeira colorida com as cores do …

Top Posts
LabCriativo / Editor

Atores de Game Of Thrones se reúnem para dizer adeus... às garrafas plásticas

Elenco gravou a nova campanha ambiental da SodaStream. Os atores da série de sucesso mundial Game Of Thrones, Thor Bjornsson (The …

Top Posts
LabCriativo / Editor

Maratona de Londres substitui garrafas plásticas por cápsulas de água

Alternativa é mais prática, conveniente e ecologicamente correta. Os corredores da última Maratona de Londres, que aconteceu dia 29 de abril …

Top Posts
LabCriativo / Editor

Escultor “abre o zíper” de edifício em Milão

Instalação temporária ficou na rua durante a Semana de Design. O escultor britânico Alex Chinneck trouxe ilusões alucinantes para a Itália …

Top Posts
LabCriativo / Editor