×
logo labcriativo
×

Cientistas dizem que é possível tornar as equipes mais criativas - mesmo por meio do Zoom

A boa e velha sessão de brainstorming - além de ser um clichê - não é tão útil para estimular a criatividade. Aqui está o que funciona.

Tempo de leitura estimado: 3 min

Se existe um atributo pessoal e organizacional crucial para o sucesso no mundo dos negócios de hoje, é a criatividade. É necessário criatividade para gerar novas idéias, criar novos produtos, dinamizar modelos de negócios e geralmente se adaptar e evoluir em resposta a mudanças rápidas, massivas e globais.

Na maioria das empresas, o veículo tradicional para gerar inovação é a reunião de negócios ou, mais especificamente, a chamada sessão de brainstorming. Nos anos mais recentes, muitas empresas também implementaram escritórios de plano aberto na esperança de que uma colaboração acidental traga novas ideias.

As pesquisas mais recentes sobre como o cérebro humano funciona, no entanto, sugerem que as reuniões de negócios, intencionais ou acidentais, tendem a suprimir ao invés de incentivar a criatividade. Acontece que promover a criatividade requer remover indivíduos inteiramente das estruturas e processos comuns à maioria dos locais de trabalho.

De acordo com um artigo publicado nas Atas da Sétima Conferência sobre Criatividade e Cognição, um grupo de neurocientistas usou imagens de ressonância magnética funcional para escanear os cérebros de pianistas de jazz e rappers enquanto improvisavam. Os pesquisadores descobriram o que a improvisação causa:

Infelizmente, para os líderes que desejam promover a criatividade, os escritórios (em geral) e as reuniões de negócios (especificamente) tendem a ser relativamente estruturados. Quase todas as atividades - incluindo brainstorming - são realizadas no contexto do planejamento, como em "vamos apresentar ideias para o próximo lançamento".

Os locais de trabalho também são projetados para inibir ou eliminar qualquer comportamento que não esteja relacionado aos objetivos organizacionais. Até as atividades no local de trabalho que deveriam ser "divertidas", como videogames ou academias internas, são fornecidas e apresentadas como formas de aumentar a produtividade ou como exercícios de fortalecimento de equipes.

Ao mesmo tempo, a maioria dos locais de trabalho desencoraja ativamente o pensamento introspectivo, forçando as pessoas a situações sociais artificiais (como reuniões) ou eliminando a privacidade. Não surpreendentemente, o pensamento verdadeiramente criativo tende a ser bastante raro na maioria das empresas, mesmo naquelas que valorizam muito a inovação.

Para realmente incentivar a criatividade, os líderes devem incentivar interações sociais fora do local de trabalho e fora do contexto de eventos estruturados, como sessões de brainstorming. É mais provável que o pensamento criativo ocorra quando os trabalhadores estão sozinhos com seus pensamentos ou "improvisando" dentro de um pequeno grupo. O arquétipo aqui é um quarteto de jazz sem líderes, e não uma orquestra liderada por maestros.

Felizmente, o modelo de trabalhar em casa oferece bastante tempo para o pensamento criativo, enquanto ferramentas como o Zoom permitem que pequenos grupos interajam sem se preocupar em ser ouvidos ou fazer barulho que incomodaria outros trabalhadores. O resultado pode ser uma conversa desinibida, separada do planejamento, que pode gerar idéias originais.

Postado em June 30, 2020, 3:39 p.m.

New World, New Skills
Canal

Apresentamos novas referências de como produzir melhor usando novas tecnologias e como trabalhar de forma mais consciente, levando em consideração habilidades comportamentais necessárias para o presente e o futuro.



Canais
  • Lucas Foster
    Head of Content

    Founder and Head of Content

  • Digital Disruption
    Canal

    Conheça e se inspire com soluções e inovações que simplificam a maneira como as pessoas se comunicam, produzem, ensinam e …

  • New World, New Skills
    Canal

    Apresentamos novas referências de como produzir melhor usando novas tecnologias e como trabalhar de forma mais consciente, levando em consideração …

  • Corp Meets Planet
    Canal

    Inspirar, trazer referências e instruir líderes e tomadores de decisões ampliando seu repertório com casos, ideias e notícias que comprovam …

  • LabCriativo
    Quem somos

    Redação do LabCriativo

Últimas postagens

Veja também

4 maneiras poderosas de melhorar a colaboração criativa ao trabalhar remotamente

O trabalho remoto pode ser criativo, só é preciso estar aberto para novas possibilidades e se desapegar dos padrões antigos. A …

Não tema a IA. Isso levará ao crescimento do emprego a longo prazo

Muitos acreditam que a inteligência artificial (IA) irá impulsionar uma automação significativa e destruir empregos nas próximas décadas, mas a realidade …

As empresas precisam pensar mais do que treinamento em diversidade

Horas ou dias de treinamento não vão modificar décadas de estereótipos criados. Para haver uma mudança organizacional é preciso expandir a …

Recessão e automação mudam nosso futuro de trabalho, afirma o relatório do Fórum Econômico Mundial

O relatório The Future of Jobs 2020 concluiu que COVID-19 fez o mercado de trabalho mudar mais rápido que o esperado. …

Os escritórios deixarão de existir?

Será que as empresas vão extinguir os escritórios e tornar o trabalho todo remoto? O mercado está em um processo de …

O que empresas como Natura&Co, Selina e Trampos nos ensinaram

Na Remote Conference, líderes compartilharam estratégias para novos modelos de trabalho. Veja os principais insights. As transformações vividas nos últimos meses …

Por que precisamos considerar trabalhos mais flexíveis?

A pandemia nos fez enxergar novas possibilidades de relações de trabalho. Nos questionar sobre os padrões e abrir os olhos para …

O futuro do trabalho chegou, como me preparar?

Descubra com especialistas da área tudo o que você precisa saber para se adaptar ao novo normal e adotar o trabalho …

Reimaginando o escritório e a vida profissional após o COVID-19

A pandemia levou a adoção de novas formas de trabalhar. As organizações devem reimaginar seu trabalho e o papel dos escritórios …