×
logo labcriativo
×

Mulheres negras representam apenas 2% dos cargos de diretoria, aponta pesquisa

“A baixa presença das mulheres negras em cargos de liderança reflete o quanto a diversidade e inclusão não é pensada dentro dessas estruturas”, diz Verônica Dudiman, sócia e cofundadora da consultoria Indique Uma Preta.

Tempo de leitura estimado: 2 min

De acordo com uma pesquisa realizada pela consultoria Indique Uma Preta e pela empresa Box1824, apenas 2% das mulheres negras empregadas no Brasil ocupam cargos de diretoria, enquanto 3% são sócias-proprietárias e outros 3% são gerentes. Com dados recolhidos entre os meses de março e setembro de 2020, o levantamento também atestou que 54% das entrevistadas não exerciam trabalho remunerado, e, dessas, 39% estavam em busca de emprego.

Lançada no final de outubro, a pesquisa “Potências (in)visíveis: a realidade da mulher negra no mercado de trabalho” ouviu cerca de mil mulheres negras, com idades entre 18 e 65 anos. “Apesar de a população negra ser a maioria da população, ela é ao mesmo tempo a mais subutilizada e mais desocupada”, diz Malu Rodrigues, pesquisadora cultural e estrategista de conteúdo da Box1824, segundo o “Portal Geledés“.

“É uma força de trabalho ativa que não consegue entrar no mercado de trabalho e acaba exercendo suas habilidades aquém do que poderia”, completa.

Entre os 46% das participantes da pesquisa que estavam trabalhando, 20% exerciam, no momento da consulta, atividades como autônomas. Das empregadas no mercado de trabalho formal, tão poucas eram presidentes e vice-presidentes que, no resultado final, o percentual foi arredondado para 0%, mesmo existindo casos isolados — com destaque para o Nordeste, de acordo com Rodrigues.

Ainda de acordo com o “Portal Geledés”, 23% das empregadas no setor formal eram assistentes ou auxiliares; 18% eram profissionais de administrativo ou operacional; 8% eram analistas e estagiárias; e 5% eram trainees. Aproximadamente 72% das entrevistadas relataram, inclusive, não terem sido lideradas por uma mulher negra nos últimos cinco anos de trabalho.

Postado em Feb. 13, 2021, noon

Corp Meets Planet
Canal

Inspirar, trazer referências e instruir líderes e tomadores de decisões ampliando seu repertório com casos, ideias e notícias que comprovam a mudança de mentalidade e de cultura em relação à sustentabilidade de modo amplo.



Canais
  • Lucas Foster |
    Partner, LabCriativo

    Especialista em criatividade e empresário da economia criativa

  • Digital Disruption
    Canal

    Conheça e se inspire com soluções e inovações que simplificam a maneira como as pessoas se comunicam, produzem, ensinam e …

  • New World, New Skills
    Canal

    Apresentamos novas referências de como produzir melhor usando novas tecnologias e como trabalhar de forma mais consciente, levando em consideração …

  • Corp Meets Planet
    Canal

    Inspirar, trazer referências e instruir líderes e tomadores de decisões ampliando seu repertório com casos, ideias e notícias que comprovam …

  • LabCriativo
    | Destaques

    Redação do LabCriativo

Últimas postagens

Veja também

Nasce o motor elétrico independente de terras-raras

Inovação alemã torna produção global menos dependente da China, responsável por 90% da produção dos metais de terras-raras. A Mahle anunciou …

Facebook está investindo US$1 bilhão em criadores

O dono das maiores redes sociais do mundo está implementando programas de bônus para criadores de conteúdo. Até o fim de …

Trouxemos 8 dicas para você fazer mais e melhor

Os princípios mais importantes que você pode seguir para o crescimento do corpo e da mente. Inspirado por Ray Dalio e …