×
logo labcriativo
×

O que aprenderemos com a pandemia de 2020?

Redução drástica da poluição que acelera as mudanças climáticas é um dos maiores símbolos da crise que afeta a humanidade

Tempo de leitura estimado: 2 min

De acordo com dados compilados pela Agência de Notícias de Portugal, a Lusa, em virtude da pandemia de coronavírus, um milhão de toneladas de dióxido de carbono por dia deixou ser eliminado no mundo. As informações são provenientes de órgãos internacionais como as Nações Unidas.

Como o Covid-19 surtiu impacto na economia global, houve uma redução na demanda por carvão e petróleo, além da suspensão de voos, fretes e transportes convencionais de passageiros. Especialistas acreditam em uma melhora ambiental com a retração de emissão de poluentes que refletem no aquecimento global.

china.jpg

O reação do “efeito quarentena” que se abateu sob o planeta talvez contribua para que o ano de 2020 se aproxime da meta anual de emissão de gases com efeito estufa. Isto é, a recomendação é que haja redução de 7,6% durante o ano para que o aumento da temperatura global mantenha-se a 1,5% acima da era pré-industrial. Para que o caso se confirme ainda é necessário realizar testes futuros.

Imagens de satélites já mostram retração de manchas de poluição. Conforme a CNN divulgou no dia 17 de março, a qualidade do ar na China, epicentro de eclosão do vírus, melhorou mais de 21% em fevereiro. A comparação é feita com o mesmo período do ano passado.

O próprio governo chinês reconhece a diminuição. Imagens de satélite da NASA e da ESA (Agência Espacial Europeia) apenas confirmam que a fumaça liberada pela atividade industrial nas principais cidades chinesas de fato caiu. Em Hubei, origem estimada do surto, a quarentena gerou uma melhora no ar de 21,5% no mês passado.

As alterações são realidade na Itália. A ESA registrou que a poluição na atmosfera do território italiano caiu expressivamente nos primeiros dois meses de 2020 em função do fechamento de fábricas e da menor circulação de veículos. Impacto semelhante pode ser observado em cidades da Espanha e de Portugal.

Ainda é cedo, mas a hipótese de impacto positivo na saúde humana por menor poluição do ar não é descartada. Há inclusive a chance de que a reclusão e o período de isolamento cheguem a impedir mortes por poluição do ar. Elas ocorreriam inevitavelmente durante o período se as atividades convencionais que deterioram o meio ambiente estivessem operando normalmente.

Texto originalmente publicado em NiT.

Postado em March 19, 2020, 12:46 p.m.

Corp Meets Planet
Canal

Canal oficial do LabCriativo



Canais
Últimas postagens

Veja também

ONU lança chamada global para criativos no combate ao Coronavírus

As Nações Unidas querem sua ajuda para ampliar a campanha de conscientização da população ao redor do mundo. Com a Organização …

Se o livro é a melhor companhia, imagina 50 mil. E todos de graça.

Amazon disponibilizou catálogo gigantesco para download gratuito durante a quarentena. Enquanto o Brasil ainda avalia estatísticas, estudos e projeções para entender …

Você precisa de um novo modelo de negócios para o século 21

As companhias precisam levar em conta muito mais do que custos e receita. Ao desenvolver um negócio é provável que você …

Pesquisadores da USP criam inovação de baixo custo para enfrentamento da Covid-19

Por meio da Poli, projeto disponibiliza respirador mais barato e feito em menos tempo para abastecer rede de saúde. Um projeto …