×
logo labcriativo
×

Budweiser cancela anúncio no Super Bowl pela 1º vez em 37 anos

Segundo a Budweiser, dinheiro que seria gasto com o comercial será usado para ajudar na conscientização sobre os benefícios da vacina contra o coronavírus

Tempo de leitura estimado: 3 min

Seguindo as decisões de empresas como Audi, Hyundai, Coca-Cola e PepsiCo de não veicular comerciais durante os intervalos do Super Bowl LV, a Budweiser também anunciou que não participará do evento neste ano. Essa é a primeira vez desde 1983 que a Bud não terá um anúncio especial para o Super Bowl. A decisão é uma consequência da pandemia de Covid-19, que ainda tem causado inúmeras vítimas no mundo todo. Segundo a Budweiser, o dinheiro que seria gasto na execução do comercial, aproximadamente US$ 5,5 milhões, será usado para ajudar na conscientização sobre os benefícios da vacina contra o coronavírus.

Apesar do posicionamento da Anheuser-Busch InBev através da Budweiser, isso não quer dizer que a empresa deixará de aparecer no Super Bowl LV. A gigante de bebidas terá outras quatro marcas em comerciais ao longo do evento, somando quatro minutos de publicidade total. Terão anúncios: Bud Light, Bud Light Seltzer Lemonade, Michelob Ultra e Michelob Ultra Organic Seltzer. O Super Bowl LV acontece no próximo dia 07/02 e, até agora, a CBS ainda vendeu todos os seus espaços disponíveis de comerciais. Entre as marcas que terão comerciais veiculados neste ano estão Toyota, M&Ms, Cheetos, Fiverr, DoorDash e Scotts Miracle-Gro.

A Budweiser não é a única marca icônica que está fora do jogo. A PepsiCo e a Coca-Cola disseram que não veicularão anúncios no jogo para seus refrigerantes homônimos. Em vez disso, a Pepsi está se concentrando no patrocínio do show do intervalo, estrelado pelo The Weeknd. As outras marcas da PepsiCo, incluindo Mtn Dew e Frito-Lay, estão planejando veicular comerciais durante o jogo. Segundo a CNBC, a Coca disse que optou por se concentrar em “investir nos recursos certos”. A pandemia afetou os negócios da gigante das bebidas porque menos bebidas estão sendo consumidas fora de casa. Sua receita caiu 13% durante os primeiros nove meses de 2020.

O Super Bowl do ano passado atraiu cerca de 100 milhões de espectadores, mas atrair esses olhos tem um preço alto para os anunciantes. Um comercial de 30 segundos durante o jogo de futebol custará às empresas cerca de US$ 5,5 milhões este ano, um pouco menos do que a taxa de 2020 de US$ 5,6 milhões. As ações da AB InBev, controladora da Budweiser, caíram 14,5% no ano passado, dando à empresa um valor de mercado de cerca de US$ 113 bilhões. Embora o consumo doméstico de cerveja esteja aumentando devido à pandemia, o golpe nos bares e estádios esportivos resultou em uma queda de 6,8% na receita durante os primeiros nove meses de 2020.

budweiser-super-bowl-ad-1611355010.jpg

Postado em Jan. 28, 2021, 9:03 p.m.

Corp Meets Planet
Canal

Inspirar, trazer referências e instruir líderes e tomadores de decisões ampliando seu repertório com casos, ideias e notícias que comprovam a mudança de mentalidade e de cultura em relação à sustentabilidade de modo amplo.



Canais
  • Lucas Foster |
    Partner, LabCriativo

    Especialista em criatividade e empresário da economia criativa

  • Digital Disruption
    Canal

    Conheça e se inspire com soluções e inovações que simplificam a maneira como as pessoas se comunicam, produzem, ensinam e …

  • New World, New Skills
    Canal

    Apresentamos novas referências de como produzir melhor usando novas tecnologias e como trabalhar de forma mais consciente, levando em consideração …

  • Corp Meets Planet
    Canal

    Inspirar, trazer referências e instruir líderes e tomadores de decisões ampliando seu repertório com casos, ideias e notícias que comprovam …

  • LabCriativo
    | Destaques

    Redação do LabCriativo

Últimas postagens

Veja também

Nasce o motor elétrico independente de terras-raras

Inovação alemã torna produção global menos dependente da China, responsável por 90% da produção dos metais de terras-raras. A Mahle anunciou …

Facebook está investindo US$1 bilhão em criadores

O dono das maiores redes sociais do mundo está implementando programas de bônus para criadores de conteúdo. Até o fim de …

Trouxemos 8 dicas para você fazer mais e melhor

Os princípios mais importantes que você pode seguir para o crescimento do corpo e da mente. Inspirado por Ray Dalio e …