Um projeto muito interessante e comovente do fotógrafo Thimothy Archibald.

Em sua série “Echolilia” ele explora a sua relação com a fotografia e com seu filho Eli.

Ao contrário do que muitos pais fazem clicando os filhos sempre sorridentes ou em situações graciosas, o fotógrafo registrou o garoto captando sua essência, em seu próprio universo.
Archibald começou as fotos quando seu filho tinha cinco anos, a ideia para a sessão surgiu pela necessidade que tinha em fazer algo concreto por seu filho.

A fotografia foi um elo, que permitiu o pai estabelecer uma conexão especial com seu filho autista.

As fotos chamam atenção pela sensibilidade com a qual retrata o autismo. O ensaio mostra Eli em situações cotidianas e revela naturalmente como é lidar com a síndrome na infância.

Recentemente Eli completou 8 anos e Timonthy não se preocupa tanto com o diagnóstico ou com o peso da palavra autismo.

Em seu relato sobre o ensaio ele afirma que está focado na relação que tem com o filho, que é o que realmente importa para os dois.

Particularmente, a série me emocionou muito, é notável a espontaneidade das fotos, então vamos conferir ?

*Dedico a Andrea Coimbra e seu filho Ivan, pessoas muito especiais para mim.

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

universo_autista_criativo 2

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Pai capta universo do filho autista

Mantenha-se criativo! Lhe sugerimos estes:

 

Receba nossas atualizações no seu e-mail: