O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) voltou atrás após a criação da polêmica vetando o comercial em que Cumpadi Washington, do É o Tchan, diz o bordão “sabe de nada, inocente” e parte da palavra “ordinária”, que por sinal nem é totalmente pronunciada…

Conar revê punição no comercial do ‘sabe de nada, inocente’

Conar revê punição no comercial do ‘sabe de nada, inocente’

O órgão refez, por conta própria, um julgamento de junho devido à péssima repercussão da punição. Ou seja, a empresa afetada nem precisou recorrer da medida. À época, o Conselho considerou “desrespeitosa” para as mulheres a propaganda do Bom Negócio em que Cumpadi Washington fala o já famoso bordão “Sabe de nada, inocente”. A expressão considerada ofensiva é “ordinária”, dita pelo cantor no meio da propaganda. O Conar ordenou o corte da expressão do comercial porque havia recebido reclamações de 50 consumidores. No entanto, depois da punição, o número de queixas contra a medida chegou a 100.

Mantenha-se criativo! Lhe sugerimos estes:

 

Receba nossas atualizações no seu e-mail: