Uns com tantos e outros sem nada, a distribuição errada de tantas coisas na sociedade foi a principal responsável pelo desenvolvimento desta lei. Criada pelo economista italiano Vilfredo Pareto, em 1897, tinha como objetivo analisar a diferença social entre os padrões de riqueza e renda na Inglaterra.

O economista concluiu através da matemática que a proporção entre os poucos indivíduos e suas várias propriedades eram maiores do que a da maior parte da população. Poucos detinham a maior parte da riqueza, enquanto a maior parte da população passava necessidades.

Em resumo, 80% das consequências advêm de 20% de causas. Tradicionalmente estes números não sofrem mudanças muito significativas, mantendo o padrão dessa fórmula.

Regra de Pareto O princípio de Pareto implica: 20% dos esforços vão trazer 80% dos resultados.

Regra de Pareto O princípio de Pareto implica: 20% dos esforços vão trazer 80% dos resultados.

Para conseguir aproveitar a lei em seu trabalho, alguns fatores devem ser considerados. Primeiro busque fazer uma análise da estrutura do seu projeto e defina seu público. Muitos pensam que aumentar as possibilidades de conquistar clientes e expandir o negócio vai ajudar. E em muitos casos, só atrapalha. Pois, quanto maior o público, mais investimentos e publicidades serão necessárias.

O recomendado é investir no alvo, conquistar o cliente pela qualidade dos serviços, e assim a própria clientela vai divulgar sua empresa, aumentando gradualmente sua marca. Em uma empresa que já atua no mercado de trabalho, o indicado é avaliar os clientes que garantem 80% dos lucros. E conseguir melhorar cada vez mais o trabalho para essa parcela que promove o maior rendimento. Investimentos em serviços diferenciados e personalizados são responsáveis por conquistar o público. A pequena parcela que sobra, também precisa de atendimento, mas o tempo a ser gasto com esses clientes não precisa ser tão relevante. Ações assim desenvolvem a empresa.

Outra dica é fazer avaliações do tempo gasto em diferentes atividades ao longo do dia. Muitas vezes, estamos habituados a realizar funções que não são realmente importantes.

Categorizar as obrigações contribui para o melhor aproveitamento do dia. Medindo o tempo perdido ao longo do seu dia, estudiosos desta lei concluíram que 20% das suas atividades gastam 80% do seu tempo. É lógico que algumas atividades são obrigatórias, como por exemplo, comer, tomar banho, dormir.

Procure ler sobre informações que fazem referência na área que trabalha, e use os momentos de lazer para ler outros assuntos que despertem curiosidade ou interesse. Avaliar os gastos em seu orçamento é fundamental. Muitas vezes gastamos com supérfluos, gastos necessários são uma parte importante a ser retirada de nosso salário.

Para quem não conhecia a Lei de Pareto, ou ainda está na dúvida em sua aplicação, vale a pena tentar colocar os conhecimentos em prática, já que encontrar soluções para melhorar seu dia nunca é demais.

Bom trabalho para todos!

 

 

escrito po : Renata Penka é autora do livro Entre Trovões.

Mantenha-se criativo! Lhe sugerimos estes:

 

Receba nossas atualizações no seu e-mail: